anr_natal
Novidades

Scrapbooking


  • O que é?
  • Características
  • Material
  • Como fazer
 

Passo 1

Foto Ilustrativa. O que é?

Scrapbooking é a arte de criar álbuns da memória com o uso de fotos, papéis decorativos, etiquetas, entre outros itens. Aquilo que o torna diferente de um álbum fotográfico normal é o fato de nele serem preservadas muito mais do que apenas fotografias.

Um “scrapbook” (ou álbum de recortes) conta a história que está por trás das imagens e pode incluir recordações de caráter pessoal, como, por exemplo, bilhetes, certificados, cartas, etc. Tanto pode criar um álbum familiar, como um álbum mais pequeno, temático, sobre as férias, as ocupações de tempos livres ou os primeiros meses de um bebê.

O scrapbooking surgiu na Grécia antiga segundo evidências históricas, mas são poucas as informações a respeito. Na forma que conhecemos hoje, a técnica existe há mais de100 anos, quando as pessoas viram a necessidade de preservar memórias estimadas e fotografias com materiais sem acidez e métodos seguros para as fotos. O crescimento desse hobby aconteceu com o lançamento de produtos cada vez mais bonitos pelas indústrias.

Geralmente associada a álbuns de fotografias, a técnica do “scrapbooking” saltou para as paredes e se tornou uma opção divertida para a decoração de ambientes.

 

Passo 2

Características:Scrapbooking é uma atividade gratificante e criativa para todos. E é justamente essa sensação de prazer e de satisfação que nos faz dedicar um pouco do nosso tempo para criar páginas decoradas para álbuns de scrapbook. É como se estivéssemos revivendo o instante em que as fotos foram tiradas. Além disso, é uma maravilhosa terapia rever e reviver as boas memórias que nos trazem todas aquelas fotos de amigos, parentes, e de eventos tão importantes em nossas vidas.
 

Passo 3

Foto Ilustrativa. Ferramentas:

Uma dúvida constante para as pessoas que estão começando é sobre as ferramentas necessárias para começar a fazer suas primeiras páginas de álbuns decorados. Veja alguns itens básicos:

 

  • Estilete – muito usado para cortar o papel sobre a placa de corte.

 

  • Régua de Metal – essencial para ser usado com o estilete, de forma a conseguir um corte preciso. As com cortiça embaixo são melhores pois a cortiça evita o deslize da régua sobre o papel.

 

  • Placa de corte – protege sua mesa de trabalho, assim como seu material e ferramentas (principalmente o estilete). As placas de corte possuem marcações para facilitar nas medições. Uma opção mais econômica para quem está começando pode ser uma “tábua de carne” de plástico.

 

  • Lápis – de ponta macia, de preferência nº 2 (que não “raspa” o papel), para traçar linhas guias ou grades para o corte ou posicionamento.

 

  • Borracha macia – para apagar linhas guias sem deixar manchas no papel.

 

  • Caneta – para escrever estórias e curiosidades por trás das fotos e ocasiões.

 

  • Tesoura regular – usada para cortar o papel em formatos simples. A melhor forma de usar a tesoura é manter a mão que segura a tesoura parada, enquanto que a outra mão move o papel, para conseguir cortes mais suaves.

 

  • Tesoura pequena (ou de ponta fina) – usada para cortar papel em formatos com muitas curvas e pontas. Use a ponta desta tesoura para retocar pequenos detalhes.

 

  • Cola Adesiva – algumas pessoas recomendam cola adesiva líquida tipo gel, outras preferem cola tipo bastão. Desde que seja sem acidez, qualquer opção serve.

 

  • Papel sem acidez e lígnia – para não estragar suas fotos com o passar do tempo. No Brasil, o papel mais facilmente encontrado (que satisfaz essas condições) é o Mi-Teintes da Canson.

Existem outras ferramentas que podemos utilizar para a confecção de nossas páginas, dependendo das técnicas que serão utilizadas:

Fita Adesiva (dupla-face); Gabaritos ou Moldes (templates ou stencils), tanto de letras como de desenhos; Esquadros e Compasso; Carimbos (e tinta) ;Furadores de Papel; Boleador, Caixa de luz, e Stencil metálico: p/ técnica de relevo a seco; Tesouras Artesanais (decoradas); Ferramentas para Quilling; Caneta para teste de pH (acidez) … entre muitas outras.

 

Passo 4

Como fazer:A primeira coisa que devemos pensar é em como proteger e armazenar as fotos para que estas permaneçam em excelente condições no futuro. Devemos nos assegurar de que os materiais de scrapbooking são livres de acidez e lígnia.

Sempre escreva na parte traseira de suas fotografias a data, o local em que a foto foi tirada e as pessoas que estavam nas fotos. Esses dados são muito importantes para as gerações futuras. Use somente canetas seguras para escrever em seus retratos. Não use lápis e nem canetas do tipo esferográfica.

Começar o seu primeiro álbum de scrapbook é a etapa mais difícil. A melhor maneira de começar é com o seu último filme de fotos; sua memória ainda está bem fresca sobre os eventos dessas fotos. A medida em que você for criando mais intimidade com a técnica, você pode trabalhar na preservação de fotos e memórias mais antigas. Escolha um tema, pois isso facilita o trabalho.

Você não tem necessariamente que trabalhar na ordem cronológica, mas esta é a melhor forma de planejar como suas páginas ficarão em seu álbum.

Pense no que você poderia usar na página para realçar e mostrar suas memórias. Tente escolher materiais que complementam seus retratos, sem desviar a atenção da foto. Ao escolher as cores para suas páginas, opte por aquelas que estão nas fotografias.

Coloque as fotos e as recordações em suas página e tente diferentes posições até que você tenha uma idéia de como você quer a sua página. Isto te ajudará a decidir no tamanho e na forma de recortar suas fotos. Não se esqueça de deixar um espaço para o título da página e para suas anotações.

A idéia de cortar fotos tão preciosas podem aterrorizar e dar medo de arruiná-las. Para ajudar a passar por esse medo, comece praticando com as piores fotos, ou então faça cópia extra das fotos que você pretende usar nos álbuns. Você deve cortar apenas o desnecessário, que está em excesso.

Coloque suas fotos e recordações em sua página e certifique-se de que couberam da maneira que você planejou. Uma vez que você estiver contente com o posicionamento, é hora da montagem. Tente manter ao máximo o posicionamento de forma intacta, e monte um item de cada vez.

Documentar sua página é a etapa mais importante, e quanto antes você fizer, melhor será (não deixe para uma última etapa). Tente sempre manter em mente “quem?”, “o quê?”, “onde?”, “quando?” e “por quê?” de suas fotos.

Depois de tanto trabalho, resta apenas admirar o conteúdo final do trabalho.

Fontes:

Scrapbook Brasil

Wikipédia

Folha Online

Copyright MVA Comunicação. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da MVA Comunicação.

 

Deixe seu comentário

comentarios

Teremos o maior prazer de ouvir seus pensamentos

      Deixe uma resposta

      7 − 1 =

      Crie sua conta ANR
      Trocar a senha