Inovação aliada com tradição mantém artesanato em crescimento

    0
    59

    .

    noticia 3Noivos feitos sob encomenda.

    A principio para todos os artesãos visto como uma terapia ocupacional, o biscuit é apenas mais uma das diversas vertentes do artesanato em que não criam limites para a criatividade.

    A paraibana Camila Santos trabalha com a especialidade há quase dez anos, e hoje conseguiu alcançar um de seus principais objetivos: ter o artesanato como sua principal fonte de renda.

    Especializada em bonecos de desenhos e topo de bolos, a artesã trabalha com encomendas e ministrando cursos, e se inspira em quase tudo que percebe a sua volta; filmes, conversas, momentos de lazer, referencias na internet, sempre adicionando métodos, nunca os substituindo, e dá uma dica para as artesãs mais inexperientes “observar muito, anotar todas as ideias e não ter medo de tentar”, aconselha Camila.

    Mesmo tendo o artesanato como principal fonte de renda, o caminho para o reconhecimento merecido pelo artesanato, segundo a paraibana, ainda é longo, mas ela ressalta, “Ao meu ver, o artesanato já conquistou muito reconhecimento”.

    Para esse crescimento o artesanato tem que continuar surpreendendo seus amantes, com um relacionamento extremamente profissional do artesão com sua especialidade.

    Camila, que trabalha sozinha nas atualizações de seu blog e redes sociais, já contou com serviço terceirizado, mas deixa claro que quanto maior a dedicação mais reconhecimento se ganha, mesmo que para isso seja necessário um pouco mais de força de vontade para cumprir as demandas, que tendem cada vez mais a crescer.

    Inovando o tradicional, o artesanato continuará conquistando novos mercados e espaços na mídia, levando todos os artesões apaixonados pelo ramo, ao sucesso e principalmente, a trabalhar apenas por prazer.

    Segue o blog da artesã para maiores informações: http://www.porongasonline.com

    Jornalista: Augusto P Tostano
    Faça parte da nossa REDE www.artesanatonarede.com.br/